domingo, 14 de agosto de 2022

Vou

 

E levo de ti as tardes que tivemos
as conversas á beira-rio.

Os nossos silêncios repletos de diálogos
a ternura dos beijos trocados.

O passeio de mão dada
o teu braço sobre o meu ombro.

A sede na nossa boca
e nossos corpos em combustão.

E a noite onde a luxúria
se confundia com a pureza.

Autor : BeatriceM 2022-08-14
Imagem : Vladimir Volegov

3 comentários:

" R y k @ r d o " disse...

Bela foto e belo poema.
Bom fim de semana

Raquel disse...

Muito bonito, acho que o amor converte a luxúria em pureza! Um abraço

Cidália Ferreira disse...

A segunda dupla de versos é fenomenal. Adorei o poema!
-
Coisas de uma Vida

Beijos e uma excelente semana