quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

Conto


No meu conto, 
Não havia fadas 
Não havia príncipes 
Não havia sapatinhos 
Não havia charrete 
No meu conto, 
Havia sonhos 
Havia amor 
Havia saudades 
Sem fadas , 
Não vi o príncipe 
Não fui ao baile 
Não fui princesa 
Não perdi o sapatinho 
Fui apenas gata borralheira.

Autor : Flor Pedrosa

terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

Danos e Enganos


Aquele que acredita ter visto o mundo,
não aprendeu a escutar-se no vento.

Aquele que se deitou na terra,
vestiu sonhos como se fossem vidas
e tudo o mais fossem regressos. 

Mas aquele que tocou o fruto
provou a inicial doçura do tempo. 

E quando tombou
de si mesmo se fez semente.

Autor : Mia Couto

domingo, 23 de fevereiro de 2020

...


às vezes lembro quando fazia barcos de papel
ás vezes ainda revivo os sonhos
que guardava dentro deles.

BeatriceM

sábado, 22 de fevereiro de 2020

---






Desiste de falar Ninguém virá 
abrir nenhuma porta responder 
ao vazio Agradece 
essas poucas migalhas Mendiga 
seja a quem for apenas mais um dia 

Abdica de tudo desse trono 
de barro Estás enfim 
longe da terra sim cada vez mais 
fora de pé 
fora de ti à deriva 
talvez sem salvação A partir de hoje 
deixaste de ser tu de dizer «eu» 

O amor é talvez isto «Viver num 
coração dentro de outro coração» 

O amor é assim só te ensina 
a perder 
O amor desamor-próprio 

Autor: Fernando Pinto do Amaral
Imagem : Joel Robison 

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Fulgor

Tacteio à minha
volta
e é só fulgor

Tento deslumbrar
o sol que cega

Demoro-me demasiado
no calor

Para a minha sede
nenhuma água chega 

Autor : Maria Teresa Horta
Imagem:Mira Needyalkova

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

eu te quero bem


eu te quero bem,
só não sou besta de sair por aí perguntando de você.
te quero bem e sempre vou querer,
o silêncio foi a forma que encontrei pra dizer.
te quero bem, mas torço pelo desencontro,
que as coincidências fiquem apenas para o início do amor.
peço que a gente não vá no mesmo café,
no mesmo dia, no mesmo fim de tarde.
me quero bem.

Autor : Bruno Fontes
Imagem: Matthew Scherfenberg

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

Laço


Não posso dizer-te que te amo 
Quando já antes o disse centenas de vezes 

Não pode ser amor o que sinto 

Quando nunca antes o tinha sentido 
Não sendo amor, que outra coisa pode ser 
Quando no laço do abraço 
O meu corpo é essência 
E a minha alma é mais do que o meu ser 


Autor : Madalena Palma
Imagem: Joan Carrol

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Amor Bastante



quando eu vi você
tive uma idéia brilhante
foi como se eu olhasse
de dentro de um diamante
e meu olho ganhasse
mil faces num só instante
basta um instante
e você tem amor bastante

Autor :Paulo Leminski, 
 in LA VIE EN CLOSE
Imagem : Ruslan Bolgov

domingo, 9 de fevereiro de 2020

momentos


abri as janelas cobertas da poeira do tempo
corri o meu olhar sobre a luz estendida
pelos telhados das casas
da aldeia

e um cisco inundou meus olhos
que prenhes de linfa

escorregaram mornas e  desamparadas
até ao chão...

Autor: BeatriceM 2020-02-02
Imagem: Kait Robison

sábado, 8 de fevereiro de 2020

..

Expresse gratidão com palavras e atitudes. Sua vida mudará muito de modo positivo.

Masaharu Taniguchi

Imagem: Maria Netsounski

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

entrego-te as palavras mais brandas

entrego-te as palavras mais brandas
que entre os meus dedos construí
para alimentar de ti os recantos da casa
invadindo o coração da noite

entrego-te as palavras com a redonda luz
das maçãs sobre a mesa e o rumor da água
rasgando o caminho da paixão
em horas que já não conseguimos sem ajuda recordar
mas que habitam a mais frágil memória de nós próprios

palavras jorrando dos meus olhos
invadindo-te o sono e tropeçando
nas esquinas das frases que decoro
ao longo dos veios da tua pele

e a verdade é que nunca terei outra história
para além da que nos aconteceu
e que ficamos à espera de um dia perceber melhor

porque nunca ninguém se prepara convenientemente
para a chegada do amor
e ele é sempre um convidado estranho
sentado em silêncio na penumbra da sala
olhando os quadros o chão o tecto

como um velho parente da província
com medo de dizer o que não deve

Autor : Alice Vieira.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

--


Você aí
Procurando um romance
Eu aqui
Fugindo dos meus.

Autor : Bruno Fontes

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

Predestinados



nas teias nas brenhas nas entranhas
o mistério o destino
a sina

eu não te esperava mais 
esculpiste sozinho a tua vida
e cá estamos nós – olhos nos olhos
bebendo do mesmo copo
na mesma esquina

Autor: Líria Porto

terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

Quatro tiros no coração


Certas manhãs chega
esmagado pela luz
longo, frívolo, ofensivo
qualquer gesto aludia
a uma espécie de temor
a tristeza daqueles que pertencem
a lugar nenhum

Vivia tudo num instante
a solidão, os rancores
as alegrias dos outros
o silêncio do outono

Nunca o amor tocara o seu corpo
com a intensidade do medo
tornou-se parte de um rio
nem perto, nem longe
da palavra justa

Ele só pedia 
"não me digam nada"


Autor : Jose Tolentino Mendonça

domingo, 2 de fevereiro de 2020

monólogo



inexoravelmente
os dias passam
com seus passos meninos
 embrulhados em enigmas

ontem choveu, mas a chuva
que transbordou em meu semblante
  
não foi chuva,
foi apenas uma lágrima tumultuada
que se desfez em dia de chuva...


Autor: BeatriceM 2020-02-01
Imagem : Ines Rehberger

sábado, 1 de fevereiro de 2020

Gargalhada


Quando me disseste que não mais me amavas,
e que ias partir,
dura, precisa, bela e inabalável,
com a impassibilidade de um executor,
dilatou-se em mim o pavor das cavernas vazias…
Mas olhei-te bem nos olhos,
belos como o veludo das lagartas verdes,
e porque já houvesse lágrimas nos meus olhos,
tive pena de ti, de mim, de todos,
e me ri
da inutilidade das torturas predestinadas,
guardadas para nós, desde a treva das épocas,
quando a inexperiência dos Deuses
ainda não criara o mundo…

Autor : João Guimarães Rosa
em ‘Magma’.
Imagem: Quint Buchholz