sábado, 28 de abril de 2018

Saudade

anka zhuravleva

Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida.


Autor : Clarice Lispector


2 comentários:

Larissa Santos disse...

Bom dia uma prosa poética sublime. Adorei :))

Bjos
Votos de um bom Sábado

Gil António disse...

Saudade. Uma palavra que ninguém pode dizer que nunca sentiu.

* Foi nosso amor ... deslapidada loucura. *
.
Fim-de-semana feliz.