domingo, 20 de Julho de 2014

Quero partir e ficar


Elena "Kassandra" Vizerskaya



A manhã pariu um dia por onde  fundeio nos acinzentados serpenteados  no horizonte
Os barcos partiram  sem mim
O oiro do meu cabelo desfez-se na brisa que o mar  semeou
E o tempo esvai-se
Que parem todos os relógios do mundo
Que eu quero partir e ficar
.
BeatriceMar

domingo, 13 de Julho de 2014

O dia apagou-se


O dia apagou-se.

Algures,
a noite invadiu um  quarto vazio,
onde um corpo se contrai
num fogo
carente de ternura
como água fresca a germinar
duma nascente.

Os pássaros dormem nos seus ninhos.

quinta-feira, 10 de Julho de 2014

com a minha mão na tua


Que hoje , os espelhos não sejam o reflexo,
da minha alegria,
porque o reflexo não pode,
ser,
apenas o reflexo dum sentir,
mas apenas o âmago do porvir.

Hoje não dou conta de coisa nenhuma,
e não assumo responsabilidades,
sobre nada,
nem sequer sobre mim.

BeatriceMar

domingo, 6 de Julho de 2014

Ainda acredito no amor




Elena "Kassandra" Vizerskaya


       Ainda acredito no amor, inaceitável não acreditar, naquilo que eu acho que faz girar a terra  e faz balançar montanhas.
        Mas, acreditar não quer dizer que ainda espero que me ofereças as flores que naquele dia te esqueceste de comprar.    
       O teu espectro por vezes ainda ronda a luz que me fere a visão, mas, aprendi a viver sem a tua sombra e quiçá sem o teu fantasma.  
       Já não sei se ainda te amo, mas ainda acredito nesse amor, de que falam nos livros.

BeatriceMar

quinta-feira, 3 de Julho de 2014

leio-te

Samantha Lamb

Leio-te em vão,
nas páginas de um livro, que sei que escreveste,
mas que não habitaste,
assim vou, às cegas, sem farol e sem rumo,
nas sombras de mim,
que pinto de afectividade e luz,
e  remeto para o céu e assim iluminar a estrela,
em que te transformaste.

segunda-feira, 30 de Junho de 2014

e sei que não voltas

rosie_hardy

Porquê te levaram, para onde o meu olhar não pode alcançar,
porquê não estás mais entre nós,
porquê tiveste de pagar esse preço tão alto?

E sei que não voltas nunca mais.

Nem no voo dos pássaros.


quinta-feira, 26 de Junho de 2014

entre nós


entre nós existem as ternuras,
que em simultâneo forjamos
sem regras nem leis,
e o cosmos,
não é meta,
se,
entre nós existe apenas a entrega,
de um amor que não finda.


BeatriceMar

domingo, 22 de Junho de 2014

crepúsculo azul

Elena "Kassandra" Vizerskaya


Sob um crepúsculo de azuis
visto-me de cor e vou desvendar o dia
voltarei aos tempos em que
o azul era apenas o mar e o céu
e o vestido bordado que a mãe me deu quando fiz anos.

Hoje voltei ao meu tempo de infância
e nem quero saber  o motivo.


quinta-feira, 19 de Junho de 2014

a memória


a memória  está quase sempre numa espécie de hibernação,
por vezes  só basta um simples odor,
e  tudo entra em efervescência.

domingo, 15 de Junho de 2014

aos poucos

pietjek29


aos poucos afasto-me,
escondida ando nas águas frias,
em que não queiras nunca encontra-me,
ficarei (apenas) nas reminiscências,
minhas e tuas.