quinta-feira, 12 de abril de 2018

Poema para iludir a vida

Ashraful Arefin

Tudo na vida está em esquecer o dia que passa.
Não importa que hoje seja qualquer coisa triste,
um cedro, areias, raízes,
ou asa de anjo
caída num paul.

O navio que passou além da barra
já não lembra a barra.

Tu o olhas nas estranhas águas que ele há-de sulcar
e nas estranhas gentes que o esperam em estranhos
portos.

Hoje corre-te um rio dos olhos
e dos olhos arrancas limos e morcegos.
Ah, mas a tua vitória está em saber que não é hoje
o fim
e que há certezas, firmes e belas,
que nem os olhos vesgos
podem negar.

Hoje é o dia de amanhã.

Autor : Fernando Namora
in "Mar de Sargaços"

3 comentários:

Larissa Santos disse...

Boa tarde. Lindo de mais, este poema. :))

Hoje:- Ainda chove no meu caminho...
-
Bjos
Votos de uma boa Quinta-Feira

Gil António disse...

Poema tocante. Lindissimo.
.
* Fonte Divina de Amor Sentido *
.
Desejando um dia feliz.

LuísM Castanheira disse...

há sempre um amanhã.
é só esperar que o dia passe, a noite finde e acorde o nosso despertar.
a esperança na rotação dos desejos.
gostei.
um beijo, amiga.