domingo, 28 de junho de 2020

entrada para o metro



as pessoas passam aceleradas 
sem palavras 
murmuram entre si 
por entre o olhar crispado 
encoberto pelas máscaras 

em cada rosto 
constatamos uma dor 
em cada semblante a dor é desigual. 

Autor : BeatriceM 2020-06-28

3 comentários:

Agnieszka Mikołajczyk disse...

Nice

" R y k @ r d o " disse...


Pelo menos agora as pessoas são todas... bonitas.
.
Tenha um domingo de Paz e Amor

brancas nuvens negras disse...

Uma observação atenta deu um poema.