quinta-feira, 20 de abril de 2017

...

Achraf Baznani

Apenas nos iludimos, pensando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre.

Autor : Miguel de Sousa Tavares

1 comentário:

LuísM disse...

Não somos donos de nada
Simplesmente habitamos
Por empréstimo a matéria.

E do que fica
Só a memória vivida.

Uma boa reflexão. Gostei.

Um bj, Beatrice