quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Perfilados de medo

Dorina Costras

Perfilados de medo,agradecemos
o medo que nos salva da loucura.
Decisão e coragem valem menos
e a vida sem viver é mais segura.

Aventureiros já sem aventura,
perfilados de medo combatemos
irónicos fantasmas à procura
do que não fomos,do que não seremos.

Perfilados de medo,sem mais voz,
o coração nos dentes oprimido,
os loucos,os fantasmas somos nós.

Rebanho pelo medo perseguido,
já vivemos tão juntos e tão sós
que da vida perdemos o sentido...

Autor :  Alexandre O'Neill

2 comentários:

grazia cantalupo disse...

Il tuo è un bellissimo Blog! se ti va di passare nel mio Blog sarei felicissima! Ti aspetto! http://casaninnamamma.blogspot.it/2018/02/florapis.html

Gil António disse...

Bom dia. Um grande poema/soneto, maravilhoso de ler.
.
* Água que purifica teu corpo ... em efemérides de sentido *
.
Deixo abraço de amizade