domingo, 12 de junho de 2016

Porque insisto

parvana photography

Porque insisto em desenhar-te em mim
Em pequenos e grandes nadas
Em utopias
Em espirais de fumo
E frio seco

Porque insisto em sonhar
Na minha solidão
Um sonho que era nosso

E já não é

Autor : BeatriceM

2 comentários:

Anjopoesia Anp disse...

Parabéns pelo Blog, belos escritos com expressões poéticas, gostei...

Majo Dutra disse...

~~~
O seu poema de saudade é muito belo!

~~~ Abraço. ~~~