sábado, 21 de março de 2015

Diz-me

Lyubomir Sergeev


Diz-me.
Que o mundo enlouqueceu.
E que afinal,
todos os sonhos são possíveis.
É só preciso querer.
Voar.
E tocar a luz dos loucos,
dos que caminham à procura.
Da verdadeira essência,
que vive na luz de quem se interroga.
Para saber.
De si e dos outros.

Autor : Ana de Melo

Sem comentários: