domingo, 19 de junho de 2011

...


Deixei de ouvir-te. E sei que sou
mais triste com o teu silêncio.

Preferia pensar que só adormeceste; mas
se encostar ao teu pulso o meu ouvido
não escutarei senão a minha dor.

Deus precisou de ti, bem sei. E
não vejo como censurá-lo
ou perdoar-lhe.
.
Autor : Maria do Rosário Pedreira
Foto:Arche



2 comentários:

Mar Arável disse...

Muito belo e profundo

afonso rocha disse...

Parabéns

Você reune aqui poemas de diversos poetas fantásticos....

Beatrice se quiser visitar-me estou tb em:

orespirardopensamento.blogspot.com

o blogue chama-se Fiel da Balança...o outro tem a ver com as artes plásticas

Beijo para si!

afonso